Viagem

{Guia} E daí eu comecei a me planejar…

(aka “como viajar sem esbanjar dinheiro”)

Esse post faz parte da série Marinheira de Primeira Viagem, onde conto um pouquinho sobre meu planejamento e a viagem dos meus sonhos para a Europa (minha primeira viagem internacional, organizada de forma totalmente independente, praticamente um mochilão).

Eu gosto de ter liberdade, sempre apreciei muito isso, então pra mim não tinha nem como cogitar ir viajar com ajuda de agência de viagens. Eu queria ter a liberdade de planejar tudo e muito mais do que isso: me divertir já no planejamento (adoro planilhas, beijos). Se você quiser viajar nesse esquema também, ótimo, vem comigo! (saiba que você vai pesquisar muuuuito mas sua viagem vai sair muito mais barata)

Primeiro passo: definir pra onde você vai

Eu sabia para qual continente eu queria ir (Europa) mas tinha uma infinidade de opções de lugares para visitar. Tá, mas como definir? Cada um tem seu critério, no meu caso, peguei o mapa da Europa e comecei a olhar o que era perto de quê e cruzar com os meus sonhos e os sonhos do Daniel. Definida a região pelo menos, existem dois caminhos que podem ser seguidos:
1) visitar alguns países diferentes focando nas capitais ou cidades mais famosas
2) visitar um único país, explorando bem os arredores e as cidadezinhas.
Nossa experiência:
Dessa vez, nós optamos pelo primeiro caminho. Meu namorado não abria mão de Londres e eu sonhava em conhecer Paris. Pronto, dois locais definidos (YAY).Como teríamos por volta de duas semanas, decidimos escolher mais um destino que agradasse ambos e pro qual nenhum de nós tinha ido: Roma. Obviamente muitos lugares legais ficaram de fora: Berlim, Amsterdã, Lisboa, Madri… mas eles continuarão lá, sabe? O que adianta fazer uma maratona de cidades e não aproveitar bem nenhuma delas?

Segundo passo: definir quando você vai viajar

Ok, agora você já sabe pra onde irá. Chegou a hora de pesquisar quando é melhor para você viajar para então saber quanto você vai gastar.

DICA: evite viajar na época de alta estação (na Europa: junho a agosto). Tudo está mais caro e mais lotado.

Se você tiver uma flexibilidade maior quanto às datas de ida e volta, com certeza vai conseguir economizar (sabia que sai mais barato viajar durante a semana, por exemplo?).
Nossa experiência:
Eu sabia mais ou menos quando conseguiria tirar férias, cruzei as minhas com as do namorado e comecei a olhar qual era a estação do ano nos locais que iríamos. Escolhemos viajar em maio, que era quando nossas agendas batiam e é uma época maravilhosa pra se estar lá na Europa: primavera, com temperaturas mais amenas e ainda não tão cheia de turistas como julho e agosto, por exemplo. O Daniel já havia estado por lá nessa época e adorou!
Foi aí que partimos para as pesquisas de valor (vai que era muuuuito mais barato viajar no final de abril ou no começo de junho? a gente daria um jeito e trocaria as datas) principalmente no Decolar e no Skyscanner (são sites que te ajudam a cotar o valor da passagem aérea em váááárias companhia diferentes).

Terceiro passo: descobrir quanto você vai gastar

Sabiam que na imigração podem te exigir uma comprovação de que você tem pelo menos 60 Euros para cada dia que passará viajando? Pois é. Saiba então, que por mais econômica que seja sua viagem, você talvez precise provar que dispõe desse valor (serve mostrar o limite do cartão de crédito). Sugiro partir seus cálculos desse valor.
Lá no blog 360 Meridianos tem uma listinha de lugares e o quanto custa viajar por cada um deles. Super aconselho a ler com carinho. Outros blogueiros disponibilizam a planilha de gastos e abrem o coração pra gente que nem a gente, tipo o Um Viajante e a Sá do Coisas de Diva. Feita essa continha, cabe a cada um pensar em como conseguir essa grana e quanto tempo vai demorar para você juntá-la.
Para que eu consiga economizar, botei na minha cabeça que tudo que eu não gastar aqui, vou poder gastar lá. “Ah, mas são só R$50”, ok, isso equivale a 15 euros e dá pra almoçar por um dia num bistrô em Paris, com direito a entrada e sobremesa. Pense que você está fazendo uma troca, assim fica fácil!
Nossa experiência:
Usando como base a métrica do 360 Meridianos, minha conta toda deu (isso tudo é o que planejei gastar, não o que gastei de fato, right?):

Custo para 16 dias na Europa: R$ 3.360 (16 x 60 euros = € 960)
Passagem Brasil – Europa: R$ 2.200 (na real, paguei R$ 1.800)
Passagem Paris – Londres (trem, Eurail): R$ 200 (na real, paguei 58 euros ou seja: R$ 203)
Passagem Londres – Roma (avião, Monarch – low cost, pero no mucho): R$ 350 (na real, paguei 75 libras, ou seja: R$ 338)
TOTAL: R$ 6.110
(cotação: € 1 = R$ 3,50 e £ 1 = R$ 4,50)

Lembre-se que essa conta é se você for um viajante econômico. Uma margem mais segura é calcular de 75 a 100 euros por dia.

E foi assim que eu vi o sonho entrar na minha realidade. Viram só como nem é tão absurdo assim?
No próximo post conto pra vocês como comprei as passagens 🙂

P.S.: Imagens usadas no posts são de bancos gratuitos. O design gracinha das cidades é do Freepik.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

11 Comments

  • Reply Janaina Silva 10 de abril de 2015 at 13:22

    Lívia, estou adorando essa série! Já estou fazendo as minhas anotações com o namorido pra fazer aaaaa viagem dos sonhos hehehehe
    Lendo seus posts vejo que não é bicho de 7 cabeças se planejar ^^
    Ansiosa esperando os próximos posts *-*
    Bjos

    • Reply LivsBB 22 de abril de 2015 at 17:11

      Já sabe, né? precisando de ajuda,e stamos aí! heh

  • Reply Adriel Christian 15 de abril de 2015 at 18:11

    Aiin, esse post vai super me ajudar na organização da minha mudança de fim de ano. <333333

    Eu já escolhi o local e tô até preocupado com o valor, porque eu sempre me descontrolo. 🙁 Vendo as tuas dicas, não parece ser tão complicado, mas eu sempre tenho medo.

    Mal posso esperar pelos próximos posts sobre a tua viagem. <33333

    • Reply LivsBB 22 de abril de 2015 at 17:11

      Vai pra onde no final do anooooo??? (correndo pro seu blog pra ver se tem algo escrito)

  • Reply Mariana 18 de abril de 2015 at 23:14

    Ai que SONHO! Tá na lista de ambições um tour pela Europa, mas antes eu to planejando um tour pelo Brasil e América do Sul. Tu já viajou, Lívia? Como que foi (ou vai ser)? Eu ia perguntar mais coisa, mas vi tua caneca do Darth Vader e to xatiadísima que acabou nas Americanas. Talvez eu deva dar uma passadinha no Russi aqui de Bragança! XD

    • Reply LivsBB 22 de abril de 2015 at 17:10

      Ainda não viajei. Vou agora em maio *-* 17 dias, 3 cidades (4 se contar o Vaticano). Vou contar tudo pras miguxas! heh

      Passa no Russi, sim! Achei que tava tão acessível o preço…

  • Reply Mulher Vitrola 20 de abril de 2015 at 01:31

    Meu sonho Lilika, pois eu também nunca viajei pra fora. Dia desses li um texto que me deixou pensando muito sobre isso, e agora eu quero MUITO poder realizar esse sonho. Você vai me deixar ainda mais animada!

    Um beijo (tô ansiosíssima pra ver os próximos!)
    Re

    • Reply LivsBB 22 de abril de 2015 at 17:09

      Você vai conseguir, Rê! tô torcendo por você e louquinha pra poder compartilhar ainda mais 🙂

  • Reply Ana Carô 9 de maio de 2015 at 02:07

    Amei o post (e olha só, só agora tô lendo ele e vc já viaja semana q vem! Hahaha)!

  • Reply Gisele 20 de abril de 2017 at 00:59

    Lívia, tudo bem?

    Estou planejando uma viagem também e queria ver como foi o seu roteiro. Vc chegou na Europa e partiu por Paris? Ou chegou por Paris e depois voltou por Roma?

    Pode me dar mais detalhes?

    Abraço

    • Reply Livs 21 de abril de 2017 at 07:42

      Oi, Gisele! Tudo bem e você?
      Eu cheguei por Paris e fui embora por Roma. COmo comprei as passagens na TAP, que é uma companhia portuguesa, meus vôos fizeram conexão em Lisboa (mas nem cheguei a sair do aeroporto). Meu roteiro foi assim:
      – Guarulhos > Lisboa > Paris (Orly)
      – Paris > Londres (trem)
      – Londres (Luton) > Roma (avião)
      – Roma > Lisboa > Guarulhos
      Comprei minha passagem de ida e volta na categoria multi-destinos, que permite chegar por um lugar e sair pelo outro.
      Se ficar alguma dúvida, é só falar!

    Leave a Reply