Diário

Festa da Polenta de Santa Olímpia em Piracicaba

Antes de começar a namorar um limeirense e ter uma estagiária que mora em Piracicaba, eu nunca ia imaginar que existe uma “festa da polenta” e algum lugar de São Paulo, quanto mais que ela está em sua décima nona edição. Mas ela existe e, ó, eu fui e comprovei XD

A festa ocorre todos os anos no mês de julho em Santa Olímpia, em Piracicaba. Se você quiser conhecer o lugar, prepare-se: fica a pelo menos 20 minutos do centro da cidade, no caminho para Charqueada.
O bairro é um pequeno pedaço do Trentino no Brasil. Fundado por imigrantes tiroleses no final do século XIX, o bairro mantém hoje viva a memória e as tradições dos pioneiros, através do folclore, da gastronomia, das festas típicas e do modo de viver e falar de seus moradores.

Decidimos ir no sábado, dia 25/07, mas queríamos ir cedo para participarmos da missa que começaria às 18h, então quando chegamos ao bairro ainda havia luz natural. E é bem o que li por aí: quando você chega em Santa Olímpia, é como se chegasse em um vilarejo perdido em meio à colina. Que lugar gracinha *-*

Assistimos à missa (achei uma graça que os moradores do local cantam uma música de boas vindas para os turistas no fim da celebração) e depois fomos, é claro, provar a tal da polenta. Agora que estou fazendo o post que percebi que, vejam só, esqueci de tirar foto justo da protagonista da festa! heh De qualquer forma, provamos a polenta frita com queijo ralado (R$15) e ela estava ótima: crocante por fora e macia por dentro. Além dessa “modalidade”, tinha também a brustolada (na chapa) e polentota (polenta mole com molho – curiosidade: em espanhol chamamos a polenta mole de “gacha”). A cara do espaguete estava muito boa e era um prato muito bem servido por R$12, então não resistimos também XD E pra acompanhar: vinho, claro (R$5 o copo).

Achei os preços bem ok e a comida muito saborosa (olhem só o folder com o cardápio). Com certeza se eu estiver em Limeira no ano que vem, vou dar uma esticadinha pra Santa Olímpia e experimentar tudo que
As informações sobre o bairro foram retiradas do site da Associação de Santa Olímpia.

Ando gostando muito de participar dessas festas regionais. Essa semana também pude ir à festa de Dom Bosco no bairro do Caxambu em Jundiaí e fiquei impressionada com o quão bem estruturado é o local. Preciso ir no próximo ano e trazer fotos pro blog 🙂

E na sua cidade? Tem alguma festa típica que você me recomenda?

Previous Post Next Post

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply Paula 5 de agosto de 2015 at 19:24

    Que cidade linda! Aqui pro sul tem bastante festas desse tipo. Eu sou da cidade que faz a Oktoberfest, mas tem várias outras. Aqui em Floripa tem a festa da ostra, na cidade da minha mãe tem a festa do leite, e por aí vai!
    Acho o máximo esse tipo de festa 🙂

  • Reply Tatiana Nais 5 de agosto de 2015 at 22:51

    Não gosto de polenta (oi, sou fresca!) mas achei a cidade muito fofinha pelas fotos que você colocou, deu vontade de conhecer pra tirar fotos bonitinhas. hahaha

  • Reply Camila 5 de agosto de 2015 at 23:11

    Ah, que legal. Essas festas típicas são demais, né? Aqui em São José tem as quermesses com os tradicionais bolinhos caipiras, tem também a festa das nações e a festa do mineiro, mas eu gosto mesmo das festas da minha cidade natal, São Sebastião do Paraíso – MG. Lá tem festa de congada e moçambique ainda, sempre na semana entre o natal e o ano novo. É uma festa de gente simples, algumas pessoas acham ridícula, mas eu acho incrível como as pessoas mantêm essa tradição viva.

    Um beijo!

  • Reply Patthy 6 de agosto de 2015 at 02:25

    Leio "imigrantes tiroleses" e só penso nisso: https://33.media.tumblr.com/e7e1fd0ecebb950263798… ¯\_(ツ)_/¯

  • Reply Mariana 6 de agosto de 2015 at 16:21

    Festa com comida, esse é meu tipo de festa! Eu morei em Piracicaba um ano e nem ouvi falar dessa festa, que tristeza! Mas olha, em Bragança sempre tem festa de santo e é um pulinho de Jundiaí, viu? Tem circular da viação fênix! Geralmente são festas com comida italiana, sanduíche de pernil, doces variados… Só de ler sobre a polenta frita eu salivei aqui violentamente. Tem noção que eu ainda não almocei? Tudo pra postar no blog todos os dias hahahaha!

    E pode deixar que eu vou avisar sobre a próxima festa em Bragança, viu? Em Jundiaí tem alguma??

  • Reply Ana 17 de agosto de 2015 at 20:20

    Eu não sabia da festa, mas agora entendi porque já ouvi gente chamando o pessoal de Piracicaba de polenteiro! HAHAHHA

  • Leave a Reply