Viagem

Paris – Arco do Triunfo e Champs Elysees

No mesmo dia em que fomos ao Palácio de Versalhes e à Torre Eiffel (14 de maio), fomos também em direção a Champs Elysees (ou Campos Elíseos, em português), passando pelo Arco do Triunfo (em francês, Arc de Triomphe).
Para ir da Torre ao Arco, voltamos para a estação Bir-Hakeim e fomos no sentido Charles de Gaulle-Etoile, estação na qual descemos. A estação Bir-Hakeim estava extremamente LOTADA (porque estava chovendo, então todo o muvuquê que estava nos arredores da torre, se mandou pro metrô). Acredito que talvez desse pra ir a pé, porém, por causa da chuva, optamos por ir de metrô.

Foi muito bonito subir as escadas da estação Charles de Gaulle-Etoile e dar de cara com o Arco *-* (mas não, não se compara nem de longe com sair da estação de Westminster e dar de cara com o Big Bem em Londres, mas isso eu conto mais pra frente)
O que mais me surpreendeu no Arco do Triunfo é que ele não é um túnel, como eu imaginava (“furado” de um lado a outro, em um sentido). Ele é um “cubo irregular”, aberto nos quatro lados (nessa foto da Wikipedia dá pra ver do que estou falando). Sim, gente, não manjo nada desses paranauês e não sabia que o Arco é vazado assim, me deixem e riam quanto quiserem XD

Assim como na nossa visita à Torre, não sentimos vontade de subir, mas passamos pelo subterrâneo para chegar mais próximo do arco, na praça que os franceses chamam de Etoile. É impossível atravessar a rua, pois existe aí uma rotatória onde se encontram 12 avenidas principais de Paris, formando uma estrela (por isso a praça é chamada também de étoile, que é “estrela”, em francês), por isso existe a passagem por debaixo das ruas.

Esse monumento de 50 metros de altura foi inaugurado em 1836, em comemoração às vitórias de Napoleão Bonaparte, inspirado pelo Arco de Tito. O mais bacana é ver o nome das batalhas e dos generais gravados nele. Além disso, tem um memorial com uma chama que fica sempre acesa abaixo do Arco. Acho muito bacana esse tipo de homenagem, sabe? No caso do túmulo do soldado desconhecido sob o Arco do Triunfo, a vida dele foi perdida durante a Primeira Guerra Mundial (aqui tem toda a história pra quem se interessar, em inglês).


Funcionamento: das 10h às 22h30
Entrada: olhar não custa nada, mas pra subir são cerca de 9 euros (mas cuidado: são 284 degraus em uma escada em espiral e pode ser um tanto quanto claustrofóbico)
Localização: Place Charles de Gaulle, 75008 Paris,França
http://www.arcdetriompheparis.com/

Como já estávamos por lá, fomos conhecer a tal da Champs Elysees, a avenida mais famosa de Paris. Confesso que eu esperava muuuuito mais. Mas muito mais mesmo. Não sei, tinha a imagem na minha mente de que ela seria toda iluminada e especial. Talvez seja porque não fui à noite, né? =B Porque é à noite que a avenida fica maravilhosa, olhem só.
Aliás, estava conversando com o Dan esses dias que o que senti falta foi de sair de noite nas cidades que visitamos. O negócio é que como era minha primeira vez na Europa, andávamos loucamente durante o dia e não tínhamos pique algum pra sair de noite. Mas pretendemos corrigir isso na próxima vez, viu?
De qualquer forma, é muito bacana passear por lá. Sem contar a coisa linda que é andar por ela por uns bons minutos e depois olhar pra trás e ver o Arco, lá no fundo *-*

A avenida tem tudo quanto é tipo de loja, das de grife até umas bem desconhecidas. A Sephora que entrei lá é giganteeesca, fiquei boba de ver o tamanho (mas não comprei nada). Gostei muito de uma lojinha de produtos naturais chamada Yves Rocher que vendia cosméticos tipo os da Lush, sabem? Mais artesanais e tals. Descobri que tem loja da marca no Brasil inclusive 🙂 Me arrependi muito de não ter comprado nada de primeira, então no nosso último dia em Paris voltamos lá e comprei presentinhos pra mulherada da família (e pra mim também). Não curto muito souvenirs, prefiro dar algo mais “útil” e tenho certeza de que minhas amigas e tias gostaram bastante. Estou morrendo de dó de usar os meus sabonetinhos, são tão cheirosos *-*

Outra coisa que achei linda em Paris foram as plaquinhas do metrô. Essa é da Champs Elysees, mas a maioria das estações tinha plaquinhas indicativas dessa forma, coisa linda <3

Procuramos algum lugar pra comer por lá mesmo, mas a única opção mais acessível era o Mc Donald’s e além de estar lotado, eu definitivamente não estava a fim de comer um lanche que não gosto. Desistimos e rumamos pra Sacre Coeur (Basílica do Sagrado Coração), no bairro de Monte Martre, assunto do meu próximo post. Como tínhamos comido bolacha e lanche que levamos do mercado, deu pra segurar a fome mais um pouquinho heh

Minha pergunta é: tem algum lugar que vocês queria muuuuito conhecer e no final das contas não era tudo aquilo que esperavam? Ou algum lugar que te surpreendeu positivamente? Me contem.

(e outra pergunta: já cansaram de me ver com o mesmo cachecol, a mesma bolsa e a mesma jaqueta? rs tenho mais uns 30 posts pra fazer sobre a viagem e eles estarão presentes em todos heh)

Esse post faz parte da série Marinheira de Primeira Viagem, onde conto um pouquinho sobre meu planejamento e a viagem dos meus sonhos para a Europa (minha primeira viagem internacional, organizada de forma totalmente independente, praticamente um mochilão).

Previous Post Next Post

You Might Also Like

12 Comments

  • Reply Tatiana Nais 28 de agosto de 2015 at 11:38

    Não tenho nenhum lugar que me decepcionou porque nunca fui a lugar nenhum. hahaha Mas um dia eu vou, né? Concordo que durante o dia a Champs Elysees não parece tão bonita quanto a noite, mas eu acho que eu estaria tão empolgada de estar em Paris que pra mim tudo pareceria maravilhoso. (Paris e Londres são os lugares que mais sou louca pra conhecer!). Já estou ansiosa para mais posts sobre a viagem. Beijo, Lí!

  • Reply Gi Santos 28 de agosto de 2015 at 19:04

    Boa tarde Lívia, eu simplesmente estou apaixonada pelas suas fotos. Europa é cheio de lugares fabulosos e a arquitetura é deslumbrante. Não teve algum lugar que eu tenha me arrependido. Eu nunca fui a Europa, confesso que vontade não me falta. Um grande beijo. Gi Santos

  • Reply Patricia Dias 28 de agosto de 2015 at 23:57

    Que bacana, Paris deve ser maravilhosa. A única viagem internacional que fiz foi para a Argentina e tbm fui sem roteiro, comprando passagem em promoção, mas curti bastante. As fotos estão lindas ! Eu tbm não curto souveniers. A única coisa que as vezes compro em viagens é camisetas pq eu realmente uso.
    Beijo!

  • Reply Mariana Morett 29 de agosto de 2015 at 00:14

    Realmente, a Champs Elysees deve ser muito mais bonita à noite, mas de qualquer forma eu estaria feliz só por estar em Paris!
    Ansiosíssima pelos próximos posts!

  • Reply jcarolinelira 29 de agosto de 2015 at 14:58

    Paris, junto com Londres, tá na minha lista de viagens dos sonhos!!
    Suas fotos estão maravilhosas – bem tiradas, com ótima qualidade e mostrando ângulos lindos de lá! Parece que eu tô junto na foto compartilhando o momento!
    Paris é divina mesmo… Linda, Linda, Linda!! Sem palavras pra descrever essa cidade <3
    ” target=”_blank”>http://www.deepluv.com

  • Reply Camila Mumic 29 de agosto de 2015 at 15:12

    Gente, que lugares mais lindos! Eu tenho bastante vontade de conhecer Paris, mas a minha sogra, que já foi pra lá, diz que ficou meio decepcionada com a cidade. Mas acho que foi porque ela achou os franceses muito grossos e metidos. Mas ela também achou os nova-iorquinos muito grossos e metidos, então acho que pode ser uma coisa dela, mesmo hahahaha. Ela diz que gostou muito da Itália e da Áustria, e ela fala tanto de Viena que eu tô morrendo de vontade de ir pra lá.

    Um beijo!
    http://acartavioleta.com.br

  • Reply Luly 29 de agosto de 2015 at 22:09

    Afff, que cidade maravilhosa, como pode, né?
    Eu sou doida pra conhecer Paris desde criança, ficava olhando uns mapas que meu tio tem e etc, então ver suas fotos aí, tão "reais" da cidade, ai, é de morrer de amores.
    Eu acho o Arco do Triunfo uma coisa liiiinda demais!!

  • Reply Marina 30 de agosto de 2015 at 01:37

    Não é só você não, eu também pensava que era um túnel hahahahha' Vivendo e aprendendo né? Adorei as fotos e a viagem, um dia também vou pra Paris <3

  • Reply Rita 30 de agosto de 2015 at 18:40

    Que fotos lindas!
    xoxo
    BLOG // FB PAGE

  • Reply mulhervitrola2013 30 de agosto de 2015 at 23:35

    Que perfeição de lugar, gente! Muito, muito lindo!
    Agora, toda vez que leio "Champs Elysees" eu lembro de um bairro bem chechelento que tem lá no RJ que se chama "Campos Elíseos" hahahahaha!

    um bj,
    Re

  • Reply Daniel 31 de agosto de 2015 at 15:54

    Confesso que tbm esperava mais da Champs Elysees…nem se compara com a Av. Nove de Julho em Jundiai ou Av. Maria Buzolin em Limeira…..rsrsrsrs
    Mas falando sério….sem dúvida é uma das principais avenidas do mundo e um dos principais cartões postais da capital francesa…rica pela história e por tudo o que ocorreu lá em séculos de história….parabéns pelo texto muito bem elaborado e gostoso de ler….

  • Reply patthyamaral 1 de setembro de 2015 at 02:31

    Penso em fazer uma enquete com pessoas não arquitetas para descobrir quantas sabem que o arco tem duas passagens que se cruzam. hm…
    Mas me explique: o que você chamaria de cubo irregular? XD

  • Leave a Reply