Diário

52 objetos: #03

Objeto #03: Kobo Glo

Kobo Glo pink lindo e um pouquinho da minha mesa de trabalho

  • O quê: meu Kobo
  • Por quê: mostra o quanto eu gosto de ler e vai comigo pra onde eu for
  • Onde está: dentro da minha mochila
  • De onde veio: da Taty, que comprou em uma promoção da Livraria Cultura e acabou não usando. Ela comentou que ia se desfazer dele e comprei dela por um precinho camarada 🙂

Sempre gostei muito de ler (também, né? minha mãe é professora de português e meu pai é advogado, minha casa tem livros pra tudo quanto é lado, não tinha muito como ser diferente). Eu achei do fundo do coração que nunca iria me acostumar com um ereader mas minha experiência com ele é ótima! Ao invés de carregar um monte de livros na mochila pra cima e pra baixo (porque eu nunca leio um só por vez), carrego só o Kobo e ele cumpre muito bem o seu papel.

O Kobo é o leitor digital da Livraria Cultura (o meu modelo não vende mais, uma pena), mas também tem o Lev da Saraiva e Kindle da Amazon (que talvez seja o mais conhecido). Antes de comprar esse da Taty, eu tinha o Kobo Touch, que agora pertence ao Daniel. A grande diferença é que o Kobo Glo tem uma luz de fundo (deixo beeem suave) o que facilita muito minha leitura no fretado escuro ou deitada na cama antes de dormir. Ah, a bateria dura horrores: carrego uma vez a cada 3 meses, por aí.

Usei muito durante a viagem, pra ler no avião, assim eu me distraía. Pra quem gosta de ler, super recomendo 🙂 Tipo, é claro que tem livros que eu quero e preciso ter a cópia física, mas a grande maioria eu fico feliz lendo a versão digital, sem problema algum.

O que é o projeto 52 objetos?

Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Pra ver meus outros objetos, clique 🙂

Previous Post Next Post

You Might Also Like

21 Comments

  • Reply Patthy 22 de janeiro de 2016 at 07:46

    Socorro, abri a foto pensei “Nossa, eu tenho um copo igu… HAHAHAHAHA LÓGICO QUE É IGUAL SUA TROUXA, É O COPO DO LOLLAPALOOZA”. XD

    • Reply Lívia 22 de janeiro de 2016 at 07:48

      Chateadíssima que não conseguimos o outro copo.

  • Reply Adriel Christian 22 de janeiro de 2016 at 08:21

    oi!

    meus planos pra esse ano é comprar um Kobo ou um Kindle. o que for mais barato eu levo pra casa. 🙂 não tenho paciência pra ler no computador, então, preciso mesmo com urgência. meu celular pifou e era horrível ler no celular. deve valer à pena o investimento.

    antes eu tinha eu certo preconceito com esses aparelhos, mas, a cada dia me convenço de que vou precisar deles. até mesmo pra facilitar na faculdade. vade mecum tá pesado demais. credo! =/

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    • Reply Lívia 22 de janeiro de 2016 at 11:42

      Falando nisso: ainda não comprei o vade mecum pro meu namorado >< você deu uma ótima idéia: comprar o digital (já que ele tbm tem Kobo).

  • Reply Nary 22 de janeiro de 2016 at 09:36

    Eu sou doida pra comprar um leitor desses mas sou muito txonga e nunca sei qual o melhor, se o kobo, kindle ou lev. Aí fico enrolando pra sempre e n compro kkkk

    • Reply Lívia 22 de janeiro de 2016 at 09:52

      Na época que comprei meu primeiro, só tinha Kindle e Kobo. Escolhi o Kobo porque era mais barato =P
      Acho que hoje em dia o custo-benefício do Lev tá melhor, viu? Só pensa direitinho se você quer um com luz de fundo ou não, porque os Kobos com luz estão caríssimos, não rola.

  • Reply KARINE 22 de janeiro de 2016 at 10:34

    Quando fui comprar meu Kobo queria esse branquinho que é muito fofo, mas não tinha mais 🙁 acabei comprando o preto que é de outro modelo que nem sei o nome, hahahahahaha. Eu tb virava a cara pra esses leitores digitais, mas são tão tão tão práticos e mais leves, não tem como acabar não amando <3

    • Reply Lívia 22 de janeiro de 2016 at 11:41

      Minha amiga tem o preto, acho uma graça e suja bem menos que o meu rs
      Achoq eu todo mundo vira a cara até experimentar, né?

  • Reply Stephanie Ferreira 22 de janeiro de 2016 at 10:46

    Depois que comprei meu leitor digital (tenho o kindle), eu desapeguei totalmente de livros físicos. Adoro ler de noite ou em qualquer horário sem depender da luz ambiente, mas a melhor parte são os ebook que são mais baratos e alguns vc consegue de graça na internet .
    Eu adorei a capa do seu Kobo Lívia
    Beijão

    • Reply Lívia 22 de janeiro de 2016 at 11:41

      É lidna, né? <3
      Meu anterior era prateado mas pirei quando vi esse rosa da Taty.

  • Reply Marina 22 de janeiro de 2016 at 11:22

    Também tenho um kobo glo. Também achei que não ia me acostumar com e-reader, mas é uma verdadeira mão na roda para ler no trabalho, em viagens e na cama antes de dormir. Certeza que seria um dos meus objetos.

    • Reply Lívia 22 de janeiro de 2016 at 11:40

      Não tem como, né? Eles nos acompanham pra tudo quanto é lugar <3

  • Reply Milena Maciel 22 de janeiro de 2016 at 11:32

    Eu preciso de um leitor digital urgente, tenho que parar de comprar livros físicos hahah E eu acho horrível ler pelo computador ou celular, é tão desconfortável. Tô querendo comprar um até o final do ano, tomara que eu consiga. Bjs

    • Reply Lívia 22 de janeiro de 2016 at 11:40

      Você tem razão: ler pelo celular é bem ruinzinho mesmo… acho que o que mais atrapalha é o brilho da tela.

  • Reply Isabele 22 de janeiro de 2016 at 15:10

    Kobo lindo. Igual ao meu. rsrsrsrs
    Sou muito apegada aos ereaders. São muito práticos e pra quem gosta de ler mesmo e não de apenas acumular livros na estante, ele é uma mão na roda.
    Quando o meu morrer, pretendo pegar um Kindle, que parece ter mais vantagens do que o kobo.
    Bjs.

  • Reply Tatiana 22 de janeiro de 2016 at 22:47

    Que bom saber que você tá gostando do kobo, Lí! Essa luz dele ajuda bastante, né? Quando eu usava eu sempre lia com a luz acesa, achava mais agradável e confortável. Eu achava que ia usar muito quando comprei, mas acabou que usei pouco e depois ficou parado. Dá dó, né? Sou mais o livro físico mesmo, porque quando eu amo o livro eu quero comprar ele de toda forma. hahaha

  • Reply Maly 23 de janeiro de 2016 at 15:00

    Também adoro leitores digitais! É tão prático ter um milhão de livros dentro da bolsa, né? Melhor ainda é poder baixar um milhão de amostras antes de escolher qual livro comprar! hahaha

  • Reply Raquel Leal 23 de janeiro de 2016 at 19:54

    Olha eu gosto muuuito dos livros físicos, então sempre acho que se eu comprar um desses eu nunca vou usar, fico achando que vai ser desperdício e tal. Mas acho que vou ter reconsiderar e comprar algum leitor digital porque estou sem espaço para os livros físicos. =(

    Eu amava ler no fretado quando ía trabalhar 😉

    Beijinhos.

  • Reply Thay 23 de janeiro de 2016 at 21:25

    Também sou apaixonada por meu Kobinho! <3
    O meu é branquinho e com a traseira cinza, e a versão mini, um mimo de tão fofo. E é uma mão na roda porque eu sempre invento de ler os livros enormes e pesadões e com o Kobo isso não significa absolutamente nada. E sim, se li no Kobo algum livro e amei, no final vou acabar comprando a cópia física também porque sou dessas, haha.
    Um beijo!

  • Reply Clay 24 de janeiro de 2016 at 13:30

    E não é que eu gostei de projeto? Fiquei com vontade de participar ^^

    Eu adoro o meu leitor tbm, que é um Lev ^^

  • Reply Natália 26 de janeiro de 2016 at 18:27

    Que demais!!
    Só conhecia o Kindle (que gosto muito – emprestado do marido! rs!). Sempre bom conhecer novas opções!
    Ainda sou um pouco do livro de papel, mas tá complicado ficar carregando peso por aí! rs! Vou acabar sucumbindo…:)

  • Leave a Reply