Diário

52 objetos: #09

52 objetos: mixtape

  • O quê: mixtapes
  • Por quê: porque eu AMO música e adoro esse tipo de lembrancinha
  • Onde está: no porta-luvas do meu carro
  • De onde veio: da Kátia

Apesar de gostar muito de dirigir, o trânsito me irrita demais. Uma forma de amenizar isso é entrar no carro e já ligar o rádio. No ~tape~ do Livsmovel não tem entrada pra pendrive e a antena interna não permite que eu sintonize a 89FM, então sou refém dos CDs. Mas sabe que eu gosto? É como se cada CD ripado contasse uma história e me fizesse pensar na escolha de cada música e o que cada uma me faz lembrar…
Isso sem contar o quão nostálgico é, né? Como já disse algumas vezes, sou do tempo em que pra ter minha música preferida próxima a mim, eu tinha que ficar do lado do aparelho de som, com o dedinho a postos no REC, só esperando tocar na rádio pra eu gravar (e torcer pro locutor não falar no meio da música e estragar tudo, risos).

Escolhi esses dois porque foram presente da Kátia e ela me gravou com o maior carinho <3 Cada um deve ter umas 70 músicas e boa parte delas eu não conhecia. O mais gostoso é ir ouvindo uma a uma, ver quais minha amiga relacionou comigo e achou que me fariam bem.

Prefiro mil vezes ir de fretado trabalhar, mas quando não tem jeito, vou de carro e esses CDs com certeza ajudam a tornar mais aceitáveis os congestionamentos que frequentemente enfrento. Obrigadaaaaa!

O que é o projeto 52 objetos?

Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Pra ver meus outros objetos, clique 🙂

Previous Post Next Post

You Might Also Like

7 Comments

  • Reply Tatiana 9 de março de 2016 at 09:21

    Não tenho CD faz anos (antes não escutava, agora meu notebook mais novo nem tem entrada pra CD), mas acho tão bonito isso de fazerem mixtape. <3

  • Reply Isabele 9 de março de 2016 at 12:45

    Há uns anos atrás eu ganhei 2 DVD’s cheinhos de músicas maravilhosas que um amigo colorida, especialista em música, fez pra mim. Na época eu morava com minha sobrinha. Um certo dia nós brigamos e eu fiquei uns dias fora. Quando voltei e procurei os dvds ela tinha quebrado e jogado fora.
    Eu quase morri. kkkk
    Eu era apaixonada por aqueles dvds. O pior foi q a amizade colorida acabou logo e eu nem pude pedir nova coletânea de músicas. rs

  • Reply Patthy 10 de março de 2016 at 12:20

    Sou da época em que mixtape era feita em… fita k7. =B (Mas falando sério, é curioso pensar que as mídias ~evoluiram~ e o nome da mixtape meio que parou no tempo.)
    Não tenho o hábito de gravar cds mais (afinal acabo escutando música no computador e no celular), mas ainda hoje tenho uma pasta chamada “variedades” com umas músicas aleatórias.

  • Reply Poly 13 de março de 2016 at 19:26

    Que coisa linda! UM CD RIPADO EM 2015!
    Desde que ganhei o iPoly (iPod touch) que parei de gravar cds. Fica tudo no iPod, iPad, celular, pen drive, HD externo… E adoro baixar MP3. Tenho Spotify, mas só uso para criar playlists no blog. Para ouvir mesmo é MP3 🙂
    Bjuxxxxxx

  • Reply Paula Cipriani 14 de março de 2016 at 18:57

    Amiga, também sou desse tempo aí de gravar fita da rádio, e ainda tenho vários cds. Hoje em dia só uso spotify pra tudo, mas no carro do namorado também usamos cd às vezes, por conta do som que ele tem no carro.
    Adorei a ideia de uma amiga sua gravar o cd, deve ser ótimo ver a indicação de músicas de outra pessoa pra você 🙂

    Beijos!

  • Reply Lu Cruz 15 de março de 2016 at 10:35

    Nossa, me aborreço demais no trânsito também. Ainda bem que sempre pego horários sem muitos carros na rua para os meus compromissos. AMO CDs ainda hoje. Aliás, sou a pessoas das listas de músicas. Acho muito mais emocionantes escolher um estilo no Spotify do que ficar numa lista de um cantor específico. Eu inclusive organizo minhas músicas no computador por humor, e não por cantor! Gosto de não saber o que vai tocar, é aquela emoção que você citou de ficar com o dedo no REC. Bons tempos em que todas as nossas músicas ficavam com propagando da Rádio Rock hahaha beijos!
    Blog Vintee5 | Canal Vintee5

  • Reply Kátia 15 de março de 2016 at 23:21

    hehehh
    Que honra estar nos 52 objetos (achei super legal isso!)! Em falar em musicas preciso fazer um novo, né!?!
    bjo,

  • Leave a Reply