Browsing Tag

concurso

Diário

Ano sabático que chama?

É muito tarde pra chegar aqui e fazer um retrospecto do ano que passou? (a Kah já provou que não, mas o post não está mais no ar) Como eu não sou a maior seguidora de regras desse mundo, a resposta não me importa tanto, devo dizer.

Eu sei que com a quantidade de blogs (incríveis!) que se tem por aí hoje, o meu não tem um conteúdo lá tão relevante (além e ser raramente atualizado). Eu nunca vou aprender a tirar fotos incríveis e nem vou conseguir escrever pensando em SEO, além de não ter intenção alguma de falar sobre política e afins, mas tenho assuntos demais na minha cabeça pra conseguir deixar de lado, assim, sem mais nem menos. Então cá estamos!

2017 foi um ano incrível para mim. Se eu fosse escolher uma palavra para defini-lo, escolheria sem dúvidas “autoconhecimento”. Porque no final foi isso que ele me trouxe.

Chegando em Limeira

Foi um ano difícil.
Continue Reading

Diário

Sobre reconhecer as cores do céu e aprender com as provas da vida

Certa tarde, em meio a um espetáculo maravilhoso em tons de amarelo, laranja, verde e azul, perguntei para a minha mãe se no outono e no inverno o pôr do sol era sempre lindo assim. Algum tempo depois, fiz o mesmo questionamento, mas sobre o nascer do sol. Tanto eu quanto ela não soubemos dizer. Eu passei minha vida toda acordando antes do sol nascer e até então não saberia dizer que cor que o céu tem nesse momento. É triste quando você percebe que passou tempo demais dando valor a coisas não tão valiosas assim e deixou passar aquele céu azulzinho lá em cima ou nem reparou na planta na janela da casa de tijolinho à vista daquela rua de paralelepípedos perto de casa. Ou ainda que não escreve mais tanto quanto gostaria.

Sol nascendo em Jundiaí, no outono

Sol nascendo no meu bairro em uma manhã outonal…

Mas aos poucos a gente vai treinando o olhar. A gente vai começando a entender o que realmente importa e passa a se preocupar mais com isso. Com agradar a si mesmo, sentir prazer naquilo que nos faz bem.
E foi assim domingo desses, saindo de uma prova que poderia decidir a minha vida profissional, que eu vi o entardecer que acompanharia meu caminho para casa. Que coisa mais maravilhosa! O carro ficou inundado por tons alaranjados, eu, por um sentimento de gratidão. Por ter tido a chance, por estar ali, por viver tudo isso.

Continue Reading